Translate

Quem Somos

Foto: Marcos Bizzotto
O Instituto Baccarelli é uma associação civil sem fins lucrativos, que atende cerca de 1200 crianças e jovens em programas socioculturais que visam oferecer formação musical e artística de excelência, proporcionando desenvolvimento pessoal e oportunidade profissionalização na música.

Com sede em Heliópolis – que já foi considerada a maior favela de São Paulo, o Instituto Baccarelli oferece para os moradores da comunidade uma estrutura de ponta e professores altamente qualificados, aulas em grupo e individuais, de teoria e técnica, além de prática de conjunto em orquestras, corais e grupos de câmara, podendo ir da musicalização à especialização em um instrumento ou em canto.

Missão
Oferecer formação musical e artística de excelência proporcionando desenvolvimento pessoal e criando oportunidade de profissionalização, com foco em crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social.

Visão
Ser identificada como uma organização que contribui para o crescimento justo da sociedade ao despertar e desenvolver potenciais, respeitando e valorizando o ser humano através da arte.

História
Em 1996 o maestro Silvio Baccarelli assistiu pela TV a um incêndio na comunidade de Heliópolis. Comovido com a luta das famílias para recuperar suas casas e pertences, o maestro dirigiu-se a uma escola pública da região (EMEF Luiz Gonzaga do Nascimento Jr.) e sugeriu iniciar o ensino de instrumentos de orquestra para crianças e adolescentes. Alguns meses depois, 36 garotos iniciavam o estudo de violinos, violas, violoncelos e contrabaixos. O espaço escolhido foi o Auditório Baccarelli, de propriedade particular do maestro e localizado na Vila Mariana.

Toda a estrutura fornecida aos alunos era paga inicialmente com recursos próprios de Silvio. A partir de 1998, profissionais ligados a ele e sua empresa aderiram ao mesmo ideal e trabalharam para inscrever o projeto na Lei Nacional de Incentivo à Cultura / Lei Rouanet. A entidade escolhida como mantenedora foi a Sociedade de Concertos de São Paulo, criada com o objetivo de incentivar a difusão da música erudita. A partir de então foi possível buscar patrocinadores no setor privado e ampliar as atividades.

Em 2005 o Instituto se mudou para a comunidade, ocupando o prédio de uma antiga fábrica de sucos. A proximidade de seus alunos, permitiu uma maior abrangência e profundidade no atendimento. Em 2009, o Instituto inaugurou a primeira etapa de sua sede própria, doada pela Pró-Vida, com 2,8 mil m² e cinco andares. Um projeto inédito no Brasil, pensado e planejado para atender cerca de 2  mil alunos.

Um comentário:

  1. Assisti ontem uma apresentação do coral de crianças, na Paróquia nossa Sra. do Bom Parto, com a maestrina Joana D"arc. Parabéns pelo trabalho. Muito lindo. Minha neta ficou encantada. Ela tem muita vontade de aprender... Que pena morarmos tão longe. Parabéns. O trabalho de vcs mostra que a integração social é o caminho.

    ResponderExcluir